segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Esmaecer

Série "Poesias e Devaneios", Nº 10



Interpretações são necessárias...
Sentidos figurados não fazem fatos...
Palavras vão correndo velozmente...
Muitas vezes são mal notadas...
Quiçá lidas, ou interiorizadas...
A arte do monologo publico não é efêmera...
Trago comigo a solitude, a sombra do ser...
Sou simplesmente algo que fujo...
Derramas de letras, palavras, verbos...
Não disfarçarão suas atitudes insensatas...
De que fizeram ou de que amaram...
Ou até ainda amam...
Como eu amo...
Ou és indiferente?
A noite, a lua, o fim...

O fim?


"...provavelmente em pensamento, provavelmente não da forma que eu queria, não da forma que deveria ter sido..."

Um comentário:

Anônimo disse...

Parabens pelo blog.