sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Certo, Errado

Série "Curtas", Nº 12


Virtualidade, não é realmente necessário, mas se tudo que se sente é intenso, porém muitas vezes pouco intenso, tudo fica fora de foco, sempre que antigos caminhos são percorridos de forma estranha e sem aquela permissividade que se poderia permitir! Nada é feito da maneira correta! O amor perdido continua perdido, e vai continuar perdido!

Ficar fixo no olhar? De que adianta, o que ela quer que eu faça, o que ela pode querer de mim? Oque eu posso oferecer à ela? 

Está tudo errado? Está tudo certo?

"como a convivência humana é complicada, os relacionamento são complicados! As cartas são tão efêmeras, pedaços de papel inertes"

Nenhum comentário: