quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Não importo, estou correndo

Série "Reflexões Pessoais", Nº 9


Não poderia dizer que sei exatamente o que eu estou fazendo, pois de fato não sei.

Não saberia explicar, por mais que muitos me cobrem direto, até quando posso levar uma situação ambígua como essa, pois não posso afirmar com toda certeza.

Muito menos saber com todas as certezas do mundo quais serão, ou seriam, as possíveis consequências de tudo isso.

Sim, a zona de conforto deve ser abandonada o mais rápido possível, devemos sim arriscar.

Mas do que importa se uma nuvem aparece acima de minha cabeça, um feixe de luz vem brilhando? Simplesmente eu corri de tudo isso, muito simples, não?

Mas na prática eu mesmo não quero muito pensar nisso. Não ligo em nada pra supostas consequências que nem mesmo estão no plano das ideias. Quero simplesmente para de pensar um pouco nisso, simplesmente vou correndo.

"É risível? Cada segundo de escrita poderia ser! Mas não me arrependo! "

Nenhum comentário: