sábado, 10 de outubro de 2015

Ambos Somos Um

Série "Poesias e Devaneios", Nº 26


Um pé, depois o outro. Com um sempre atrás. 
Um liga mais, e o outro não quer amar de mais.
Não pensei em ouvir a tua voz
Não tão cedo assim pela manhã.
No amor se quer prever demais e esquece que dois "não são" um.

Um sofre a mais enquanto o outro se refaz.
Um valoriza o outro mais que a si mesmo, muito a mais...

Não pensei a tua voz, não tão cedo assim pela manhã.
No amor se quer prever demais e esquece que dois "não são" um.

E de repente o que era doce se acabou.
Quem nunca comeu antes quase infartou.
Viveu a ilusão de ser dono de alguém, para aprender que amar é não esperar nada.

Não pensei em ouvir a sua voz....não tão cedo assim pela manhã.
No amor se quer prever demais e esquece que dois "não são" um.

Maninho Melo, Rio Grande do Sul


"Não importa o que tu achas, amo-te"

Nenhum comentário: